botao de busca



VOLTAR


<<< Anterior      Próxima >>>


Escolha o tamanho da fonte - A - A
17/Julho/2019

Temporada de baleias começa no Uruguai

De julho até novembro os cetáceos movimentam o turismo de observação no país


Temporada de baleias começa no Uruguai

Montevidéu/ São Paulo – julho de 2109 - Temporada de baleias movimenta turismo e economia uruguaia. Desde julho até novembro sobem para as costas do país as baleias Francas, em busca de águas tranquilas para se reproduzir, amamentar e cuidar de seus filhotes. A chegada dos cetáceos cativa os turistas e moradores locais, aumentando a quantidade de visitantes e movimentando a economia.

O Ministério de Turismo do Uruguai junto a instituições locais, apoiada pela Direção Nacional do Meio Ambiente, o INAU e os governos locais de Maldonado e Rocha, leva a mensagem de conscientização para preservação e respeito aos cetáceos a toda população e turistas, principalmente às crianças, prevendo a longo prazo a disseminação orgânica da mensagem.

O show das baleias Franca Austral começa na Antártida, passam por Porto Madryn (Argentina) e logo sobem as costas uruguaias, e terminam seu balé em Florianópolis, onde permanecem até novembro, quando encerram o período de reprodução. Durante os meses de julho e novembro, no Uruguai, muitos curiosos se aproximam diariamente as praias para desfrutar do espetáculo oferecido pelas baleias.

A observação de cetáceos como atividade comercial teve início em 1955 na América do Norte, ao longo da costa sul da Califórnia. Hoje, este turismo é realizado em mais de 100 países, principalmente Antártida onde os passeios partem em busca da grande baleia azul. Globalmente, a observação gera US$ 2,1 trilhões por ano e aproximadamente 13 milhões de pessoas contratam expedições para observação de baleias anualmente.

Esse tipo de turismo no Uruguai pode ser feito desde terra firme o em embarcações de empresas especializadas no setor, sempre dentro das regras internacionais para esse tipo de atividade, que movimenta a economia uruguaia, principalmente nas regiões de Rocha e Piriápolis.

No decreto 261/02, está regulamentada a observação de cetáceos no país e estabelece que estão proibidas as atividades que perturbem esses animais, não é possível chegar a menos de 300 m deles, salvo em casos expressamente autorizados. Foi promulgada uma lei em 2013 que declara que o Uruguai é um santuário de baleias e golfinhos, a lei nº 19.128. Estas normativas garantem benefícios aos animais e também ao turismo ecológico no país com o objetivo principal de cuidar do recurso, salvaguardando a segurança dos passageiros e a qualidade dos serviços oferecidos.

Uruguai está a favor da conservação das baleias e golfinhos respaldados na Lei de Proteção Ao Ambiente (Lei 17.283). O país é membro da Comissão Baleeira Internacional (CBI), onde cada ano membros do governo votam contra a caça.


Fonte: Arabella




COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA EM SUAS REDES SOCIAIS
  • Digg
  • del.icio.us
  • DZone
  • blogmarks
  • StumbleUpon
  • Facebook
  • Tumblr
  • TwitThis
  • Print
  • email
  • Live
  • Yahoo! Bookmarks

Comente esta notícia


Ver mais notícias rss




© 2009-2019 Guias Web - Todos os Direitos Reservados - Normas de Uso - Política de Privacidade