botao de busca



VOLTAR


<<< Anterior      Próxima >>>


Escolha o tamanho da fonte - A - A
15/Maio/2018

Tomar decisões exige esforço e saída da zona de conforto

Autora do livro “Decida por você”, Andrea Vitaliano explica como organizar processos mentais para tomar decisões assertivas em meio a influências negativas


Quase metade dos brasileiros não fizeram resoluções de ano novo para 2018, de acordo com pesquisa do Google. Seja por falta de metas ou por não acreditar que seja possível realizá-las, isso mostra como a tomada de decisão a curto e longo prazo tem se tornado um problema generalizado na vida dos brasileiros. Dos que fizeram sua lista de desejos, conseguir um emprego liderou o ranking das resoluções.

Para Andrea Vitaliano, aluna de Filosofia do Centro Universitário Internacional Uninter e autora do livro recém lançado “Decida por Você”, a maior dificuldade para criar novas metas e alicerçar decisões em projetos pessoais é saída da zona de conforto. “Falta coragem e determinação”, avalia. Segundo a autora, há a ideia de que empreender em si mesmo não dará resultados. “Se nos voltarmos ao autoconhecimento e autodesenvolvimento promovemos uma mudança significativa e passamos de um nível a outro”, explica.

Para criar metas sólidas e realizáveis, é necessário, conta Andrea, descobrir antes como fazer o gerenciamento das suas emoções. “Quais emoções são suas e quais emoções provem do meio em que estamos inseridos?”. Muitas emoções e atitudes negativas de pessoas ao nosso redor, como o sentimento de derrota e baixa autoestima, começam a ser incorporadas por nós e dificultam nossa tomada de decisão a favor de nós mesmos. “Identificar quais emoções sentimos durante o nosso dia a dia e praticar a balança emocional nos leva a um equilíbrio e conseguimos atingir a tão almejada paz e felicidade em plenitude”, completa.

Decida por você: o que te impede?

Questões familiares e relacionamentos são normalmente a principal causa da falta de autonomia na hora de tomar decisões. “Ficamos presos ao que nossos amigos e familiares irão pensar. Criamos cárceres emocionais que, no fundo, começa na nossa própria mente”, avalia a estudante de Filosofia da Uninter. Foi a partir de sua própria experiência pessoal que Andrea se inspirou para escrever o livro “Decida por você”, lançado este ano pela FUNPEC-Editora. “Ao dar o passo de me decidir por mim alcei voos jamais esperados. No livro relato minha história e como o autoconhecimento tem um grande poder transformador”, finaliza.

Serviço:
Livro “Decida por você”
Onde comprar: http://www.andreavitaliano.com.br


Fonte: PG1 Comunicação




COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA EM SUAS REDES SOCIAIS
  • Digg
  • del.icio.us
  • DZone
  • blogmarks
  • StumbleUpon
  • Facebook
  • Tumblr
  • TwitThis
  • Print
  • email
  • Live
  • Yahoo! Bookmarks

Comente esta notícia


Ver mais notícias rss




© 2009-2018 Guias Web - Todos os Direitos Reservados - Normas de Uso - Política de Privacidade